Total de visualizações de página

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

A oferta de honra (portugues e español)



Vivendo nos mais altos lugares - A oferta de honra from Ministério Vida com Vida on Vimeo.

O livro do Levítico é um manual de adoraçao, que ensina o pecador a se aproximar de Deus por meio da oferta.

Dentre os tipos de oferta apresentados neste livro, há uma especial: A "minchah qorbain" (oferta de manjares - Lv cap.2). Minchah é a palavra hebraica para "presente ou tributo", ou seja, esta oferta era "um presente"que o adorador entregava ao Senhor, com a motivaçao de simplesmente agradá-lO e honrá-lO.

O Salmista Davi afirma no Sl 51 que Deus não se deleita em ofertas de coisas materiais, se nossa própria vida - antes - não for uma oferta a Ele.

O Antigo Testamento mostra em várias passagens como em Ml 1, um povo que ofertava "qualquer coisa" a Deus, prestava culto e até trabalhava no Templo, porém ofertando restos e coisas defeitosas, e não honrando ao Senhor. A Bíblia diz que tais ofertas ao invés de aproximar o povo de Deus, o afastava dEle, e expressavam desprezo ao Seu Nome.

A nossa vida deve ser um presente, um tributo, motivo de honra a Deus. Os elementos da Oferta de Manjares indicam aspectos de nossa vida que expressam honra ao nome do Senhor. São eles:

1) FARINHA: trata-se de honrar ao Senhor ofertando a Ele um caráter aprovado.

Deus nos dá a salvaçao e dons, e nós devolvemos para Ele um caráter moído, tratado, parecido com Seu filho Jesus.

Jo 12.24 diz que o trigo para dar fruto precisa morrer. Nao basta ser trigo, temos que aceitar passar pelo moinho de Deus para morrer, aceitar o refinamento do caráter.

Muitas vezes nos enganamos, achando que por ter anos de caminhada, já estamos ótimos como cristãos, e mas nem entramos no moinho ainda! Foi o que aconteceu com Pedro. Depois de 3 anos caminhando com Cristo, foi avisado de que iria ser "peneirado como trigo", para se converter.

O moinho faz parte do processo de conversão da nossa vida. Passar por ele dando honra a Deus, aceitando o tratamento de cartáter, produz honra ao Senhor. Muitos vão bem até chegar a hora do moinho (uma perda, uma doença, uma crise financeira), mas ali recuam e não querem passar pelo moinho.

2) AZEITE - fala da forma como honramos a Deus com nossos relacionamentos. O Sl 133 diz que a comunhao "é como um azeite que escorre..."

Não adianta sermos bons cristaos quando estamos "a sós" com Deus. Deus usa nossos relacionamentos para nos prensar. A azeitona só produz azeite quando é presanda junto com outras azeitonas.

A oferta de manjares era um conjunto de elementos. O azeite cobria a farinha, ou seja, o carater aprovado é associado a um convívio pacifico e santo com as pessoas que Deus colocou na nossa vida.

Hb 12.14 diz que nao veremos ao Senhor, a nao ser que sigamos a paz COM TODOS e a santificacao.

Ter paz com pessoas que pensam diferente, que discordam de nós, que nem sempre fazem o que queremos, santificar nossos pensamentos, sentimentos e palavras, que nos levam a pecar contra a vida alheia. Isso libera unçao, confirma a presença de Deus em nossas vidas.

3) INCENSO - Ap 8 diz que as oraçoes do santos sao como incenso diante do trono de Deus.

Uma vida que BUSCA INCESSANTEMENTE ao Senhor, mesmo moídos, prensados, queremos estar com Ele, como prioridade. Isso honra ao Senhor.

Uma vida que durante a caminhada não perde a paixão, a devoçao pelo Senhor. Isso nao significa estar na igreja, pois muitos vivem dentro da igreja e nao tem um tempo de devocao a Deus.

A religiosidade nao produz incenso. Até os sodomitas clamavam (Gn 18.20-21), mas a sua vida nao condizia com seu clamor, pois eram religiosos, e nao adoradores apaixonados.

A oferta de manjares nao podia conter fermento ou mel, pois a oferta ao Senhor deve ser pura e estes elementos simbolizam o pecado que se alastra e o gosto pelo pecado. Quantas pessoas se aproximam de Deus sem jamais abrir a boca para confessar pecados, limpar o coracao, como se nada estivesse acontecendo! Podem ofertar muitas coisas, mas essa oferta nao honrará a Deus, pois Ele nao aceita oferta contaminada.

4) SAL - o sal do pacto simboliza a MOTIVACAO do ofertante. A razao pela qual eu vivo, decido, obedeço, me submeto, sirvo, deve ser genuína: honrar ao Senhor e a minha aliança com Ele!

Muitas pessoas tem ofertado e servido a Deus com motivacoes erradas. Dão pensando no que vão receber, fazem coisas para ser vistas por homens, mas quando percebem que nao conseguiram nada, deixam Jesus.

A aliança que temos com Ele deve ser motivo suficiente para que façamos da nossa vida, a cada dia, um presente, um tributo vivo ao Senhor nesse tempo.

Que Deus te levante como uma oferta de manjares, alguem com um caráter tratado, relacionamentos santos, uma vida de paixão por Jesus coberta pela motivaçao certa, que é HONRAR a aliança que voce tem com o Pai.

Deus te abençoe!!!

Um comentário: